quinta-feira, 5 de março de 2015

MISSA QUINTO DOMINGO DA QUARESMA - 22.03.2015


5º Domingo da Quaresma - 
SE ALGUÉM ME QUER SERVIR, SIGA-ME, E MEU PAI O HONRARÁ”
  22/03/2015
01-REFRÃO MEDITATIVO
a)Convertei-vos, voltai a mim, e eu voltarei a vós. Renunciai a vossos ídolos. Convertei-vos e vivereis! (3x)
 b)Eis o tempo de conversão, eis o dia da salvação: ao Pai voltemos, junto andemos, eis o tempo de conversão. 

02-CANTO INICIAL
1. Em meio às angústias, vitórias e lidas/ no palco do mundo, onde a história se faz /sonhei uma Igreja a serviço da vida./Eu fiz do meu povo os atores da paz!/ (bis)
 
Quero uma Igreja solidária, servidora e missionária, que anuncia e saiba ouvir. A lutar por dignidade, por justiça e igualdade, pois "Eu vim para servir" 
 
2. Os grandes oprimem, exploram o povo, /mas entre vocês bem diverso há de ser./Quem quer ser o grande se faça de servo:/ Deus ama o pequeno e despreza o poder/(bis)
 
3. Preciso de gente que cure feridas,/que saiba escutar, acolher, visitar./Eu quero uma Igreja em constante saída /de portas abertas, sem medo de amar!/ (bis)
 
4. O meu mandamento é antigo e tão novo: /Amar e servir como faço a vocês./Sou mestre que escuta e cuida seu povo, /um Deus que se inclina e que lava seus pés/(bis)
 
5. As chagas do ódio e da intolerância /se curam com o óleo do amor-compaixão /Na luz do Evangelho, acende a esperança./Vem! Calça as sandálias, assume a missão!/(bis)

03-MOMENTO DE PERDÃO -Canto 01  
Acolhe, ó Deus, o nosso canto! Escuta, pois, nosso clamor. Vê quanta dor e quanto pranto que o nosso pecado provocou. Por teu amor, tem misericórdia!
1 - “Voltai, agora, para mim com o coração arrependido. Rasgai, não as vestes, mas o coração”, diz o Senhor!
2 - “Se o ímpio se arrepender dos pecados cometidos e praticar a justiça, na certeza viverá”, diz o Senhor!
3 - “Lavai-vos, purificai-vos, tirai a maldade de vossas ações. Aprendei a fazer o bem, procurai o que é certo”, diz o Senhor!


MOMENTO DE PERDÃO – Canto 02
1 - Pecador, agora é tempo de pesar e de temor: serve a Deus, despreza o mundo, já não sejas pecador!
2 - Neste tempo sacrossanto o pecado faz horror: contemplando a cruz de Cristo, já não sejas pecador!
3 - Pecador arrependido, pobrezinho pecador, vem, abraça-te contrito com teu Pai, teu Criador!
4 - Compaixão, misericórdia, vos pedimos, Redentor: pela Virgem, Mãe das dores, perdoai- nos, Deus de amor!

04. Salmo Responsorial (50)
Criai em mim um coração que seja puro. Dai-me de novo um espírito decidido. (bis)
- Tende piedade, ó meu Deus, misericórdia! Na imensidão de vosso amor, purificai-me! . Lavai-me todo inteiro do pecado, e apagai completamente a minha culpa!
- Criai em mim um coração que seja puro, dai-me de novo um espírito decidido. Ó Senhor, não me afasteis de vossa face, nem retireis de mim o vosso Santo Espírito!
- Dai-me de novo a alegria de ser salvo e confirmai-me com espírito generoso! Ensinarei vosso caminho aos pecadores, e para vós se voltarão os transviados.

05-CANTO DE ACLAMAÇÃO
Glória a Vós, ó Cristo, verbo de Deus! (2x)
Glória a vós, ó Cristo, Verbo de Deus! (4x)
1 - Se alguém me quer servir, que venha atrás de mim; e onde eu estiver, ali estará meu servo.

06-RESPOSTA ÀS PRECES
Rezado: Ouvi, Senhor, as nossas súplicas.

07- Oração da Campanha da Fraternidade 2015. 
Ó Pai, Alegria e esperança de vosso povo, vós conduzis a Igreja, servidora da vida, nos caminhos da história. A exemplo de Jesus Cristo e ouvindo sua palavra que chama à conversão, seja vossa Igreja testemunha viva de fraternidade e de liberdade, de justiça e de paz. Enviai o vosso Espírito da Verdade para que a sociedade se abra à aurora de um mundo justo e solidário, sinal do Reino que há de vir. Por Cristo, Senhor nosso. Amém!

08-CANTO DAS OFERENDAS 01
1 - É prova de amor, junto à mesa, partilhar. É sinal de humildade, nossos dons apresentar.
Acolhei as oferendas deste vinho e deste pão e o nosso coração também! Senhor, que vos doastes totalmente por amor, fazei de nós o que convém!
2 - Quem vive para si, empobrece seu viver. Quem doar a própria vida, vida nova há de colher.
3 - Ofertar é bem servir por amor ao nosso irmão. É reunir-se nesta mesa a celebrar a redenção.

CANTO DAS OFERENDAS 02
1 - Recebe, Deus amigo, estes dons que a Ti trazemos, e felizes, entre todos, a partilha nós faremos.
Ó Deus Pai, a Ti trazemos pão e vinho uma vez mais. Um só corpo nós seremos com Jesus e pela paz.
2 - Recebe, Deus amigo, nossos pés e nossos braços, que encontram na unidade o alento pro cansaço.
3 - Recebe, Deus amigo, os projetos que alimentam o convívio e o respeito entre os povos que se enfrentam.

09-SANTO

SANTO, SANTO, SANTO, SOIS VÓS, SENHOR, NOSSO DEUS.
1. O céu e a terra proclamam, proclamam a vossa glória.
2. Bendito o que vem, bendito, em nome do Senhor.
3. Hosana, hosana, hosana, hosana nas alturas.

10-CORDEIRO DE DEUS
Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo. Tende piedade, tende piedade, tende piedade de nós. (bis)
Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo. Dai-nos a paz, dai-nos a paz, dai-nos a paz. Senhor, a vossa paz.

11-CANTO DE COMUNHÃO 01
Nós vivemos de toda a palavra que procede da boca de Deus: a palavra de vida e verdade que sacia a humanidade.
1 - Impelidos ao deserto, retomamos a estrada que conduz ao paraíso, nossa vida e morada.
2 - As prisões da humanidade, assumidas pelo Cristo, são lugares de vitória, Ele veio para isto!
3 - O Senhor nos deu exemplo ao vencer a noite escura: superou a dor do mundo, renovando as criaturas.
4 - Progredimos neste tempo conhecendo o Messias. Ele veio para todos, alegrando nossos dias.
5 - Celebramos a memória do amor que ao mundo veio. Junto dele venceremos o inimigo derradeiro.
6 - Contemplamos nossa terra em mistério fecundada. Flor e fruto são promessas ao findar a madrugada.

CANTO DA COMUNHÃO 02
1 - Vem, ó meu povo, partilhar da minha mesa. Com muito amor esse banquete eu preparei. Este alimento será força na fraqueza, Levanta e come deste pão que consagrei.
Nós te louvamos, ó Senhor, por teu carinho que se faz pão, se faz palavra e traz perdão. A Eucaristia nos sustenta no caminho, nutre a esperança e fortalece na missão.
2 - Dará mais frutos toda a planta que é podada. A vida humana é uma longa gestação. À luz da
fé, a dor é poda abençoada, à luz da páscoa, a morte é luz, ressurreição.

12-CANTO FINAL
1 - As chagas do ódio e da intolerância se curam com o óleo do amor-compaixão. Na luz do Evangelho, acende a esperança. Vem! Calça as sandálias, assume a missão! (BIS)
Quero uma Igreja solidária, servidora e missionária, que anuncia e saiba ouvir. A lutar por dignidade, por justiça e igualdade, pois “Eu vim para servir”.

REFLEXÃO QUARESMALSe o grão de trigo cair na terra 
e morrer, produzirá muito fruto.”
A primeira leitura fala da Nova Aliança que Deus vai fazer com seu povo. Não escrita em tábuas de pedra, mas impressa na mente e no coração do homem. A segunda leitura diz que Cristo morreu por nós e se tornou princípio de salvação; nele, a Nova Aliança é concluída. No Evangelho de João é narrado um fato acontecido poucos dias antes da última páscoa de Jesus. Um grupo de gregos ou de estrangeiros que se tinha convertido à religião judaica ouvira falar de Jesus e queria encontrá-lo, ou melhor, vê-lo. Para João, ver Jesus não significa só contemplá-lo com os olhos, mas conhecê-lo em profundidade, descobrir quem ele é realmente. O grupo dos gregos representa todos os pagãos que querem conhecer Cristo. Não se sabe se aqueles gregos se encontraram com Jesus. Fica, porém, uma palavra importante de Jesus: o grão de trigo para se transformar em espiga deve ser semeado na terra. Igualmente o homem, se quiser valorizar a sua vida, se quiser fazer surgir um mundo novo, deve antes ter a coragem de morrer, ou seja, doar a si mesmo por amor. Para Cristo, o homem atinge o ponto mais alto da realização, de sua vida, quando se entrega à morte por amor aos seus irmãos. O evangelho interpreta a morte de Jesus como uma manifestação de seu amor. Para ele o homem cresce e se realiza somente quando ama, ou seja, quando doa sua vida pelos irmãos.

LEITURAS
1ª Leitura - Jr 31, 31-34
Eis que virão dias, diz o Senhor, em que concluirei com a casa de Israel e a casa de Judá uma nova aliança; não como a aliança que fiz com seus pais, quando os tomei pela mão para retirá-los da terra do Egito, e que eles violaram, mas eu fiz valer a força sobre eles, diz o Senhor. Esta será a aliança que concluirei com a casa de Israel, depois desses dias, diz o Senhor: imprimirei minha lei em suas entranhas, e hei de inscrevê-la em seu coração; serei seu Deus e eles serão meu povo. Não será mais necessário ensinar seu próximo ou seu irmão, dizendo: 'Conhece o Senhor!`; todos me reconhecerão, do menor ao maior deles, diz o Senhor, pois perdoarei sua maldade, e não mais lembrarei o seu pecado'.
Palavra do Senhor.

2ª Leitura - Hb 5,7-9
Cristo, nos dias de sua vida terrestre, dirigiu preces e súplicas, com forte clamor e lágrimas, àquele que era capaz de salvá-lo da morte. E foi atendido, por causa de sua entrega a Deus. Mesmo sendo Filho, aprendeu o que significa a obediência a Deus por aquilo que ele sofreu. Mas, na consumação de sua vida, tornou-se causa de salvação eterna para todos os que lhe obedecem.
Palavra do Senhor.

Evangelho - Jo 12,20-33
Naquele tempo: Havia alguns gregos entre os que tinham subido a Jerusalém, para adorar durante a festa. Aproximaram-se de Filipe, que era de Betsaida da Galiléia, e disseram: 'Senhor, gostaríamos de ver Jesus.' Filipe combinou com André, e os dois foram falar com Jesus. Jesus respondeu-lhes: 'Chegou a hora em que o Filho do Homem vai ser glorificado. Em verdade, em verdade vos digo: Se o grão de trigo que cai na terra não morre, ele continua só um grão de trigo;
mas se morre, então produz muito fruto. Quem se apega à sua vida, perde-a; mas quem faz pouca conta de sua vida neste mundo conservá-la-á para a vida eterna. Se alguém me quer servir, siga-me, e onde eu estou estará também o meu servo. Se alguém me serve, meu Pai o honrará. Agora sinto-me angustiado. E que direi? `Pai, livra-me desta hora!'? Mas foi precisamente para esta hora que eu vim. Pai, glorifica o teu nome!' Então, veio uma voz do céu: 'Eu o glorifiquei e o glorificarei de novo!' A multidão que lá estava e ouviu, dizia que tinha sido um trovão. Outros afirmavam: 'Foi um anjo que falou com ele.' Jesus respondeu e disse: 'Esta voz que ouvistes não foi por causa de mim, mas por causa de vós. É agora o julgamento deste mundo. Agora o chefe deste mundo vai ser expulso, e eu, quando for elevado da terra, atrairei todos a mim.' Jesus falava assim para indicar de que morte iria morrer.
Palavra da Salvação.

Leituras da Semana
2a feira: Dn 13,1-9.15-17.19-30.33-62; Sl 22; Jo 8,1-11
3a feira: Nm 21,4-9; Sl 101; Jo 8,21-30
4a feira: Is 7,10-14;8,10; Sl 39; Hb 10,4-10; Lc 1,26-38
5a feira: Gn 17,3-9; Sl 104; Jo 8,51-59
6a feira: Jr 20,10-13; Sl 17; Jo 10,31-42
Sábado: Ez 37,21-28; Jr 31,10-13; Jo 11,45-56
Domingo: Is 50,4-7; Sl 21; Fl 2,6-11; Mc 14,1-15,47

AVISOS:
1-No blog público http://catedralcolatinacantos.blogspot.com.br/  estará disponibilizado previamente este e os folhetos litúrgicos futuros “MENSAGEM” ,  bem como as partituras ou cifras dos cantos litúrgicos.