domingo, 26 de julho de 2015

23-08-2015 - A MENSAGEM - CANTOS E PARTITURAS






21º Domingo do Tempo Comum – 23/08/15
NA LIBERDADE E NA ALEGRIA SERVIR AO DEUS VERDADEIRO
Dia da Vocação Leiga
Cada um dos leigos deve ser, perante o mundo, testemunha da ressurreição e da vida do Senhor Jesus e sinal de Deus Vivo.” (Lumen Gentium,38) “Os cristãos leigos são homens e mulheres da Igreja no coração do mundo, homens e mulheres do mundo no coração da Igreja” (DA210) O Beato João Paulo já dizia: “a Evangelização não pode realizar hoje sem a colaboração dos fiéis leigos” (EAM 44). É especifico dos leigos, por sua própria vocação, procurar o Reino de Deus exercendo funções temporais e ordenando-as segundo Deus, cabendo de maneira especial iluminar e ordenar de tal modo todas as coisas temporais, as quais estão intimamente unidas, que elas continuamente se façam e cresçam segundo Cristo e contribuam para o louvor do Criador e Redentor. A iniciativa dos cristãos leigos é particularmente necessária quando se trata de descobrir, de inventar meios para impregnar as realidades sociais, políticas e econômicas com as exigências da doutrina e da vida cristã. De fato, uma vez que, como todos os fiéis, os leigos são encarregados por Deus do apostolado em virtude do Batismo e da Confirmação, eles têm a obrigação e gozam do direito, individualmente ou agrupados em associações, de trabalhar para que a mensagem divina da salvação seja conhecida e recebida por todos os homens e por toda a terra. Não cabe aos pastores da Igreja intervir diretamente na construção política e na organização da vida social. Essa tarefa faz parte da vocação dos fiéis leigos, que agem por própria iniciativa com seus concidadãos. Os leigos exercem sua missão profética também pela evangelização, “isto é, o anúncio de Cristo feito pelo testemunho da vida e pela palavra” e esta evangelização adquire características específicas e eficácia peculiar pelo fato de se realizar nas condições comuns do século”. Incumbe, portanto, a todos os leigos a magnífica tarefa de trabalhar para que o desígnio de salvação atinja cada vez mais os homens de todos os tempos e lugares. Esteja-lhes, pois, amplamente aberto o caminho, a fim de que, segundo as próprias forças e as necessidades dos tempos, também eles participem com ardor na ação salvadora da Igreja. Cada leigo deve ser, perante o mundo, uma testemunha da ressurreição e da vida do Senhor Jesus e um sinal do Deus vivo. Como todos os cristãos, devem os leigos abraçar prontamente, com obediência cristã, todas as coisas que os sagrados pastores, representantes de Cristo, determinarem na sua qualidade de mestres e guias na Igreja, a exemplo de Cristo, o qual com a Sua obediência, levada até à morte, abriu para todos o feliz caminho da liberdade dos filhos de Deus. Por seu lado, os sagrados pastores devem reconhecer e fomentar a dignidade e responsabilidade dos leigos na Igreja; recorram espontaneamente ao seu conselho prudente, entreguem-lhes confiadamente cargos em serviço da Igreja e deem-lhes margem e liberdade de ação, animando-os até a tomarem a iniciativa de empreendimentos. Ao celebrar o Dia do Catequista, queremos expressar nossa mais profunda gratidão, por tantos homens e mulheres que, vivendo sua fé, testemunham seu amor a Cristo e à Igreja, na dedicação de seu tempo a serviço dos demais irmãos. Deus abençoe a cada leigo e leiga nas iniciativas de transformação social e presença evangelizadora nas comunidades, paróquias e na sociedade.
Texto adaptado do Catecismo da Igreja Católica (CIC)

01. REFRÕES MEDITATIVOS
a) Aquele que vos chamou, aquele que vos chamou é fiel, é fiel. Fiel é aquele que vos chamou. (bis)
Partitura neste link, sob o número 01:   CLIQUE AQUI
b) Um dia escutei teu chamado, divino recado, batendo no coração deixei deste mundo as promessas e fui bem depressa no rumo de tua mão.
Tu és a razão da jornada, tu és minha estrada, meu guia e meu fim! No grito que vem do meu povo te escuto de novo chamando por mim!



02. CANTO INICIAL
1. Nossos corações em festa se revestem de louvor, pois, aqui se manifesta à vontade do Senhor, que nos quer um povo unido a serviço da missão, animado e destemido por amor e vocação!
Cristo, Mestre e Senhor pois, eterno é seu amor. Nesta fonte de água viva somos hoje seus convivas.
2. Nós queremos operários mensageiros do Senhor, que nos façam solidários a serviço do amor construtores da justiça empenhados na missão contra toda injustiça por amor e vocação!

Partitura neste link, sob o número 02:   CLIQUE AQUI
03. CANTO DE PERDÃO
Senhor tende piedade de nós! (bis)
1. Pai de infinita bondade, que a tua vontade se faça verdade no meio de nós. (bis)
2. Senhor Jesus Cristo piedade, piedade de mim que não te obedeci, nem segui tua voz. (bis)
3. Que teu Espírito Santo nos mostre o caminho de paz e justiça, sem ódio e sem dor. (bis)



04. HINO DO GLÓRIA
Glória, glória, glória, aleluia! (bis) Glória, glória, glória, a Deus nos altos céus, paz na terra a todos nós!
1. Deus e Pai nós vos louvamos (glória a Deus), adoramos, bendizemos (glória a Deus), damos glória ao vosso nome (glória a Deus), vossos dons agradecemos!
2. Senhor nosso, Jesus Cristo (glória a Deus), unigênito do Pai (glória a Deus), vós de Deus, Cordeiro Santo (glória a Deus), nossas culpas perdoai!
3. Vós que estais junto do Pai (aleluia), como nosso intercessor (aleluia). Acolhei nossos pedidos (aleluia), atendei nosso clamor.
4. Vós somente sois o Santo (glória a Deus), o Altíssimo Senhor (glória a Deus). Com o Espírito Divino (aleluia), de Deus Pai no esplendor.


LITURGIA DA PALAVRA
05. PRIMEIRA LEITURA
LEITURA DO LIVRO DE JOSUÉ (24, 1-2A.15-17.18B)
Naqueles dias: Josué reuniu em Siquém todas as tribos de Israel e convocou os anciãos, os chefes, os juízes e os magistrados, que se apresentaram diante de Deus. Então Josué falou a todo o povo: Se vos parece mal servir ao Senhor, escolhei hoje a quem quereis servir: se aos deuses a quem vossos pais serviram na Mesopotâmia, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra habitais. Quanto a mim e à minha família, nós serviremos ao Senhor'. E o povo respondeu, dizendo:
'Longe de nós abandonarmos o Senhor, para servir a deuses estranhos. Porque o Senhor, nosso Deus, ele mesmo, é quem nos tirou, a nós e a nossos pais, da terra do Egito, da casa da escravidão. Foi ele quem realizou esses grandes prodígios diante de nossos olhos, e nos guardou por todos os caminhos por onde peregrinamos, e no meio de todos os povos pelos quais passamos. Portanto, nós também serviremos ao Senhor, porque ele é o nosso Deus'. Palavra do Senhor.


06. SALMO RESPONSORIAL (33)
Provai e vede quão suave é o Senhor! (bis)
- Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo, seu louvor estará sempre em minha boca. Minha alma se gloria no Senhor; que ouçam os humildes e se
alegrem!
- O Senhor pousa seus olhos sobre os justos, e seu ouvido está atento ao seu chamado; mas Ele volta a sua face contra os maus, para da terra apagar sua lembrança.
- Clamam os justos, e o Senhor bondoso escuta e de todas as angústias os liberta. Do coração atribulado Ele está perto e conforta os de espírito
abatido.
- Muitos males se abatem sobre os justos, mas o Senhor de todos eles os liberta. Mesmo os seus ossos Ele os guarda e os protege, e nenhum deles haverá de se quebrar.
- A malícia do iníquo leva à morte, e quem odeia o justo é castigado. Mas o Senhor liberta a vida dos seus servos, e castigado não será quem Nele espera.

Partitura neste link, sob o número 06:   CLIQUE AQUI


07. SEGUNDA LEITURA
LEITURA DA CARTA DE SÃO PAULO AOS EFÉSIOS (5, 21-32)
Irmãos: Vós que temeis a Cristo, sede solícitos uns para com os outros. As mulheres sejam submissas aos seus maridos como ao Senhor. Pois o marido é a cabeça da mulher, do mesmo modo que Cristo é a cabeça da Igreja, ele, o Salvador do seu Corpo. Mas como a Igreja é solícita por Cristo, sejam as mulheres solícitas em tudo pelos seus maridos. Maridos amai as vossas mulheres, como o Cristo amou a Igreja e se entregou por ela. Ele quis assim torná-la santa, purificando-a com o banho da água unida à Palavra. Ele quis apresentá-la a si mesmo esplêndida, sem mancha nem ruga, nem defeito algum,
mas santa e irrepreensível. Assim é que o marido deve amar a sua mulher,como ao seu próprio corpo. Aquele que ama a sua mulher ama-se a si mesmo. Ninguém jamais odiou a sua própria carne. Ao contrário, alimenta-a e cerca-a de cuidados, como o Cristo faz com a sua Igreja; e nós somos membros do seu corpo! Por isso o homem deixará seu pai e sua mãe e se unirá à sua mulher, e os dois serão uma só carne. Este mistério é grande, e eu o interpreto em relação a Cristo e à Igreja. Palavra do Senhor.


08. CANTO DE ACLAMAÇÃO
Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia! (bis)
1. Ó Senhor, vossas palavras são espírito e vida; as palavras que dizeis, bem que são de eterna vida.

Sugestão de Partitura neste link, sob o número 08:   CLIQUE AQUI
09. PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO SEGUNDO SÃO JOÃO (6, 60-69)
Naquele tempo: muitos dos discípulos de Jesus que o escutaram, disseram: 'Esta palavra é dura. Quem consegue escutá-la?' Sabendo que seus discípulos estavam murmurando por causa disso mesmo, Jesus perguntou: 'Isto vos escandaliza? E quando virdes o Filho do Homem subindo para onde estava antes? O Espírito é que dá vida, a carne não adianta nada. As palavras que vos falei são espírito e vida. Mas entre vós há alguns que não crêem'. Jesus sabia, desde o início, quem eram os que não tinham fé e quem havia de entregá-lo. E acrescentou: 'É por isso que vos disse: ninguém pode vir a mim a não ser que lhe seja concedido pelo Pai'. A partir daquele momento, muitos discípulos voltaram atrás e não andavam mais com ele. Então, Jesus disse aos doze: 'Vós também vos quereis ir embora?' Simão Pedro respondeu: 'A quem iremos, Senhor? Tu tens palavras de vida eterna. Nós cremos firmemente e reconhecemos que tu és o Santo de Deus'. Palavra da Salvação.


10. ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES LEIGAS
Jesus, Divino Mestre, que chamastes os apóstolos a vos seguirem, continuai a passar pelos nossos caminhos, pelas nossas famílias, pelas nossas escolas e continuai a repetir o convite a muitos dos nossos jovens. Dai coragem às pessoas
convidadas. Dai força para que vos sejam fiéis como apóstolos leigos, como presbíteros, como religiosos e religiosas, para o bem do povo de Deus e de toda a humanidade. Amém.


11. CANTO DAS OFERENDAS (1)
1. As mesmas mãos que plantaram a semente, aqui estão. O mesmo pão que a mulher preparou aqui está. O vinho novo que a uva sangrou jorrará no nosso altar!
A liberdade haverá, a igualdade haverá e nesta festa onde a gente é irmão o Deus da vida se faz comunhão!
2. Na flor do altar brilha o sonho da paz mundial. A luz acesa é a fé que palpita hoje em nós. Do livro aberto o amor se derrama total no nosso altar!

LINK DE APRENDIZAGEM:      CLIQUE AQUI.
ATENÇÃO: MARCHA RANCHO!

12. CANTO DAS OFERENDAS (2)
1. Eu te ofereço o meu viver, o meu agir, meu pensamento. A minha força, minha fraqueza, eu fui chamado para a doação.
Neste ofertório renovarei o meu desejo de servir. Mesmo sabendo que nada sou eis-me Senhor, aqui estou!
2. Quem me seguir terá que sofrer tomar a cruz e ser pregado. A cruz sem ti quem vai suportar? Porém contigo não é nada.
3. Minha alegria é ser presença, é ser sinal de esperança. Farei da vida a oblação que tu fizeste ao Pai por todos nós.


13. SANTO
Santo, Santo, Santo, Santo é o Senhor. Todos nós sabemos e queremos proclamar.
1. Santo é o Senhor em toda parte, o Senhor é Santo!
2. Viva o Senhor nas alturas, o Senhor é Santo!


14. ABRAÇO DA PAZ
1. Deste altar é que nos vem a paz, tudo de bom que o bom Jesus nos traz... Que bom sorrir! E um coração no coração sentir!
2. Só ama a Deus quem ao outro quer bem! Feliz quem faz feliz o irmão! Aperte a minha mão, amigo! Conta comigo e com meu coração!


15. CANTO DE COMUNHÃO (1)
1. A mesa tão grande e vazia de amor e de paz - de paz! Onde há o luxo de alguns, alegria não há - jamais! A mesa da Eucaristia nos quer ensinar - ah, ah! Que a ordem de Deus, nosso Pai é o pão partilhar.
Pão em todas as mesas, da Páscoa a nova certeza, a festa haverá e o povo a cantar aleluia! A festa haverá e o povo a cantar aleluia!
2 - A força da morte, a injustiça e a ganância de ter - de ter! Agindo naqueles que impedem ao pobre viver - viver! Sem terra, trabalho e comida a vida não há - não há! Quem deixa assim e não age a festa não vai celebrar.
3 - Que em todas as mesas de pobre haja festa de pão - de pão! E as mesas dos ricos vazias sem concentração - de pão! Busquemos aqui nesta mesa do Pai redentor - do céu! A força e a esperança que faz todo povo ser povo de Deus!
Atenção na execução desse belíssimo hino de comunhão: há uma espécie de contra-canto nas três primeiras frases (....amor e de paz - DE PAZ!) de cada estrofe. Verificar para não SE EMENDAR a frase, juntando o "contra-canto" com a frase precedente!  Na partitura, observar que em todos as frases com o "contra-canto" há uma nota de um tempo pontuada ligado a outra nota de um tempo, formando um tempo musical total de dois tempos e meio. Portanto, pode-se cantar a primeira nota pontuada e não cantar a segunda nota de um tempo, de forma criar um hiato entre as frases, destacando o "contra-canto".





16. CANTO DE COMUNHÃO (2)
1. Vem e eu mostrarei que o meu caminho te leva ao Pai, guiarei os passos teus e junto a ti, hei de seguir. Sim, eu irei e saberei como chegar ao fim; de onde vim, aonde vou, por onde irás, irei também.
2. Vem, eu te direi o que ainda estás a procurar: a verdade é como o sol e invadirá teu coração. Sim, eu irei e aprenderei minha razão de ser. Eu creio em ti, que crês em mim e à tua luz verei a luz.
3. Vem eu te farei da minha vida participar, viverás em mim aqui, viver em mim é o bem maior. Sim, eu irei, e viverei a vida inteira assim, eternidade é na verdade o amor vivendo sempre em nós.
4. Vem, que a terra espera, quem possa e queira realizar com amor, a construção de um mundo novo muito melhor. Sim, eu irei e levarei teu nome aos meus irmãos, iremos nós e teu amor, vai construir, enfim, a paz.




17. CANTO FINAL
Eu e minha casa serviremos ao Senhor! (2x)
1. Deus não quer nos condenar, quer de nós uma decisão. Para o nosso bem, pra nos salvar. Pergunta hoje, então? A quem você quer servir? (4x)
2. O pecado quer nos dominar e Deus quer nos santificar. É preciso decidir, ser de Deus, não me enganar. A quem você quer servir? (4x)


(AVISOS DA COMUNIDADE)
Leituras da Semana
2ª feira: Ap 21,9b-14; Sl 144; Jo 1,45-51
3ª feira: 1Ts 2,1-8; Sl 138; Mt 23,23-26
4ª feira: 1Ts 2,9-13; Sl 138; Mt 23,27-32
5ª feira: 1Ts 3,7-13; Sl 89; Mt 24,42-51
6ª feira: 1Ts 4,1-8; Sl 96; Mt 25,1-13
Sábado: Jr 1,17-19; Sl 70; Mc 6,17-29

Domingo: Dt 4,1-2.6-8; Sl 14; Tg 1,17-18.21b-22.27; Mc 7,1-8.14-15.21-23