terça-feira, 7 de junho de 2016

12-06-2016 11º Domingo do Tempo Comum






Ano C - 11º Domingo do Tempo Comum - cor verde - 12/06/2016
O PERDÃO E O AMOR: CAMINHO PARA UMA VIDA NOVA

01.Deus nos reúne
Onde reina amor, fraterno amor.
Onde reina amor, Deus aí está.

 

2. Canto Inicial
Ó Senhor, ouve o meu grito, Tu és minha
proteção; Senhor, não me abandones, Deus,
minha salvação!
1 - O Senhor é minha luz, Ele é minha salvação. O
que é que eu vou temer? Deus é minha proteção. Ele
guarda minha vida: eu não vou ter medo, não. (bis)
2 - Se um exército se armar, contra mim não
temerei. Meu coração está firme, e firme ficarei. Se
estourar uma batalha, mesmo assim, confiarei. (bis)
3 - Sei que eu hei de ver, um dia, a bondade do
Senhor: lá na terra dos viventes, viverei no seu
amor. Espera em Deus! Cria coragem! Espera em
Deus que é teu Senhor. (bis)

 

3. Deus nos perdoa - rezado

4. Hino do Glória
Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos
homens por Ele amados. (bis) Senhor Deus,
Rei dos Céus, Deus Pai todo poderoso: nós vos
louvamos, vos bendizemos, vos adoramos,
vos glorificamos, nós vos damos graças por
vossa imensa glória. Senhor Jesus Cristo, Filho
Unigênito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho
de Deus Pai. Vós que tirais o pecado do mundo,
tende piedade de nós. Vós que tirais o pecado do
mundo acolhei a nossa súplica. Vós que estais à
direita do Pai, tende piedade de nós. Só Vós sois o
Santo, só Vós, o Senhor, só Vós, o Altíssimo, Jesus
Cristo, com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai,
na glória de Deus Pai. Amém. (5x)

 

5. Apresentação do Livro da Palavra
Palavra não foi feita para dividir ninguém,
Palavra é uma ponte onde o amor, vai e vem. (2x)

 

7. Salmo Responsorial (31)
Eu confessei, afinal, meu pecado e perdoastes,
Senhor, minha falta. (bis)
- Feliz o homem que foi perdoado e cuja falta já
foi encoberta! Feliz o homem a quem o Senhor
não olha mais como sendo culpado, e em cuja
alma não há falsidade!
- Eu confessei, afinal, meu pecado, e minha falta
vos fiz conhecer. Disse: “Eu irei confessar meu
pecado!” E perdoastes, Senhor, minha falta.
- Sois para mim proteção e refúgio; na minha
angústia me haveis de salvar, e envolvereis a
minha alma no gozo. Regozijai-vos, ó justos, em
Deus, e no Senhor exultai de alegria! Corações
retos, cantai jubilosos!

 

9. Canto de Aclamação – a escolha
Aleluia, Aleluia, Aleluia! (bis)
1 - Tanto amor Deus nos mostrou, que seu Filho
entregou, como vítima expiatória pelas nossas
transgressões.

11. Partilha da Palavra (após homilia)
1 - Tanto que esperou pudesse um dia chegar
bem perto, dizendo tudo! Se não conseguiu como
queria, o seu silêncio não ficou mudo.
Ela muito amou, tem a minha paz, vai seguir
caminho sem temor! Sabe quem eu sou, e será
capaz de espalhar na terra o meu amor!
2 - Ela ultrapassou toda medida, não lhe bastando
meros preceitos. Lágrimas, perfume que acolhida!
Nem se importando com preconceitos.
3 - Ele é sempre mais que um convidado, se põe
à mesa nutrindo a vida, olha os corações e põe
de lado toda aparência, cura a ferida!

 

15. Canto das Oferendas
(Onde houver Celebração da Palavra)
No teu altar, Senhor, coloco a minha vida em
oração.
1 - A alegria de te amar e ser amado, quero em
tuas mãos depositar.
2 - O desejo de ser bom e generoso faz-me viver
com mais amor.

 
15. Canto das Oferendas
(Onde houver Celebração Eucarística)
1 - Pai Santo, na força deste rito, sejais sempre
bendito pelo vinho e pão. Da vossa bondade
recebemos os dons que oferecemos para a salvação.
Senhor, Eterno Pai, os dons de vinho e pão agora
transformai em vida e salvação. (bis)
2 - Pai Santo, sejamos água pura, que ao vinho
se mistura e vai se consagrar. Por Cristo, a nossa
humanidade da vossa divindade vai participar.
3 - Pai Santo, que o vosso amor compreenda que
as nossas oferendas vêm do coração. São frutos
regados pelo orvalho que a bênção do trabalho
transformou em pão

 

16. Louvação
Quero cantar ao Senhor, sempre enquanto eu
viver, hei de provar seu amor, seu valor e seu poder.
1 - Feliz quem se apoia em Deus, no Senhor põe
a sua esperança; Ele fez o céu e a terra, quem fez
tudo mantém sua aliança.
2 - O Senhor levanta os caídos, são os justos por
Ele amados; o Senhor protege os migrantes e
sustenta os abandonados!
3 - Aleluia vamos cantar, glória ao Pai e ao Filho
também, glória igual ao Espírito Santo. Aleluia,
pra sempre. Amém.

 

18. Abraço da Paz
Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz!
1 - Onde houver ódio, que eu leve o amor. Onde
houver ofensa, que eu leve o perdão. Onde
houver discórdia, que eu leve a união. Onde
houver dúvida, que eu leve a fé. Onde houver
erro, que eu leve a verdade. Onde houver
desespero, que eu leve a esperança. Onde houver
tristeza, que eu leve a alegria. Onde houver
trevas, que eu leve a luz.
2 - Ó Mestre! Fazei que eu procure mais, consolar
que ser consolado, compreender que ser
compreendido. Amar, que ser amado. Pois é dando
que se recebe. É perdoando que se é perdoado. E
é morrendo que se vive para a vida eterna.

 



19. Canto de Comunhão
1 - Deus é rico em misericórdia. Seu amor é
grande, sim, por nós. Das amarras da antiga
morte nos livrou, pois ouve nossa voz. Este
amor está em Jesus Cristo que por nós morreu e
ressurgiu, à direita de Deus Pai se encontra e do
céu as portas nos abriu.
Este é o amor de Deus por nós: caminha
conosco! Visita seu povo! Amor de Deus por nós!
2 - Quando o povo andou em maus caminhos
praticando a infidelidade. Deus envia os seus
mensageiros para conduzi-los à verdade. Mas em
nada adianta o envio e vem logo a escravidão. O amor
de Deus nunca se cansa promovendo a libertação.
3 - “Qual serpente no deserto, um dia, que
Moisés ao povo levantou. É preciso que o Filho
d’ Homem mostre ao mundo todo o seu amor.
Os que creem terão a vida eterna pois é esta a
minha missão: dar a vida plena para a todos e
livrá-los da condenação.”
4 - Ó Jerusalém, cidade santa, és perfeita em tudo,
na unidade. Para lá acorre toda gente; que o Senhor
de seu louvor se agrade. E este canto se repita
sempre a Deus que nos dá a salvação, que nos deu
seu Filho, Jesus Cristo, nossa vida e ressurreição.

 

25. Canto final
(ATENÇÃO: ritmo guarânia!)
Tua bênção, Senhor, nos ilumine, tua face,
Senhor, sobre nós brilhe. Teu poder encerra paz
e retidão, bênçãos e frutos por todo este chão!
1 - Deus se compadece e de nós se compraz, em
nós resplandece seu rosto de paz.
2 - Pra que o povo encontre, Senhor, teu caminho
e os povos descubram teu terno carinho.