terça-feira, 31 de maio de 2016

05/06/2016 - 10º DTC - Dia Mundial da Ecologia e do Meio Ambiente





Ano C - 10º Domingo do Tempo Comum - cor verde - 05/06/2016
CRISTO FAZ BRILHAR A LUZ DA ESPERANÇA SOBRE A DOR E A MORTE
Dia Mundial da Ecologia e do Meio Ambiente

01.Deus nos reúne
Bendito seja Deus, Ele escuta minha voz. O
Senhor é minha força, confia meu coração.


2. Canto Inicial
O Senhor é minha luz, Ele é minha salvação, que
poderei temer? Deus, minha proteção!
1 - O Senhor é minha luz, Ele é minha salvação. O
que é que eu vou temer? Deus é minha proteção. Ele
guarda minha vida: eu não vou ter medo, não. (bis)
2 - Quando os maus vêm avançando, procurando
me acuar, desejando ver meu fim, querendo
me matar, inimigos opressores é que vão se
liquidar. (bis)
3 - Se um exército se armar, contra mim não
temerei. Meu coração está firme, e firme ficarei. Se
estourar uma batalha, mesmo assim, confiarei. (bis)
4 - Sei que eu hei de ver, um dia, a bondade do
Senhor: lá na terra dos viventes, viverei no seu
amor. Espera em Deus! Cria coragem! Espera em
Deus que é teu Senhor. (bis)



3. Deus nos perdoa
Diante de ti ponho a vida e ponho a morte, mas
tens que saber escolher: se escolhes matar,
também morrerás. Se deixas viver, também
viverás. Então viva e deixe viver. (bis)
1 - Não mais estes rios poluídos; não mais este
lixo nuclear! Não mais o veneno que se joga no
campo, nos rios e no mar! Não mais estas mortes
sem sentido! Não poluirás e não matarás! A terra
é pequena e limitada; se a terra morrer, também
morrerás! Também morrerás!
2 - Não mais a tortura, nem a guerra; não mais
violência nem rancor; não mais o veneno que se
joga na mente do povo sofredor; não mais este
medo sem sentido! Não destruirás nem oprimirás!
A vida é pequena e entrelaçada; se o homem
morrer, também morrerás! Também morrerás!


4. Salmo Responsorial (29)
Eu vos exalto, ó Senhor, pois me livrastes, e
preservastes minha vida da morte! (bis)
- Eu vos exalto, ó Senhor, pois me livrastes, e não
deixastes rir de mim meus inimigos! Vós tirastes
minha alma dos abismos e me salvastes, quando
estava já morrendo!
- Cantai salmos ao Senhor, povo fiel, dai-lhe
graças e invocai seu santo nome! Pois sua ira
dura apenas um momento, mas sua bondade
permanece a vida inteira; se à tarde vem o pranto
visitar-nos, de manhã vem saudar-nos a alegria.
- Escutai-me, Senhor Deus, tende piedade! Sede,
Senhor, o meu abrigo protetor! Transformastes
o meu pranto em uma festa, Senhor meu Deus,
eternamente hei de louvar-vos!


5. Canto de Aclamação
Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia. (bis)
1 - Um grande profeta surgiu entre nós e Deus
visitou o seu povo sofrido; um grande profeta
surgiu entre nós, amém, aleluia, aleluia!


6. Apresentação dos Dons
Sabes, Senhor, o que temos é tão pouco pra dar,
mas este pouco nós queremos com os irmãos
compartilhar.
1 - Olhando o teu exemplo, Senhor, vamos seguir,
fazendo o bem a todos sem nada exigir.


7. Canto das Oferendas
(Celebração da Palavra)
1 - Sê bendito, Senhor, para sempre pelos frutos
das nossas jornadas! Repartidos na mesa do
Reino, anunciam a paz desejada!
Senhor da vida, tu és a nossa salvação! Ao
prepararmos a tua mesa, em ti buscamos
ressurreição!
2 - Sê bendito, Senhor, para sempre pelos mares,
os rios e as fontes! Nos recordam a tua justiça,
que nos leva a um novo horizonte!
3 - Sê bendito, Senhor, para sempre pelas bênçãos
qual chuva torrente! Tu fecundas o chão desta
vida que abriga uma nova semente!


8. Canto das Oferendas
(Celebração Eucarística)
1 - Pai Santo, na força deste rito, sejais sempre
bendito pelo vinho e pão. Da vossa bondade
recebemos os dons que oferecemos para a
salvação.
Senhor, Eterno Pai, os dons de vinho e pão agora
transformai em vida e salvação. (bis)
2 - Pai Santo, sejamos água pura, que ao vinho
se mistura e vai se consagrar. Por Cristo, a nossa
humanidade da vossa divindade vai participar.
3 - Pai Santo, que o vosso amor compreenda que
as nossas oferendas vêm do coração. São frutos
regados pelo orvalho que a bênção do trabalho
transformou em pão.


9. Louvação

Louvado sejas meu Senhor. (4x)
1 - E por todas as criaturas, pelo sol e pela lua,
pelas estrelas no firmamento, pela água e pelo
fogo.
2 - Por aqueles que agora são felizes. Por aqueles
que agora choram, por aqueles que agora
nascem, por aqueles que agora morrem.
3 - O que dá sentido à vida é amar-te e louvar-
te, para que a nossa vida seja sempre uma
canção.


10. Abraço da Paz

A paz esteja contigo, a paz esteja comigo, a paz
esteja com ele, com ela e com todos os irmãos.
(bis)
Como Jesus pediu, como Jesus orou, como
Jesus nos ensinou. Paz, paz, paz na nossa Igreja,
paz na terra em toda parte e assim seja. (bis)
Paz pra você que tem Jesus no coração, paz pra
você que é meu amigo e meu irmão. (bis)



11. Canto de Comunhão
1 - Deus é rico em misericórdia. Seu amor é
grande, sim, por nós. Das amarras da antiga
morte nos livrou, pois ouve nossa voz. Este
amor está em Jesus Cristo que por nós morreu e
ressurgiu, à direita de Deus Pai se encontra e do
céu as portas nos abriu.
Este é o amor de Deus por nós: caminha
conosco! Visita seu povo! Amor de Deus por nós!
2 - Quando o povo andou em maus caminhos
praticando a infidelidade. Deus envia os seus
mensageiros para conduzi-los à verdade. Mas em
nada adianta o envio e vem logo a escravidão.
O amor de Deus nunca se cansa promovendo a
libertação.
3 - “Qual serpente no deserto, um dia, que
Moisés ao povo levantou. É preciso que o Filho
d’ Homem mostre ao mundo todo o seu amor.
Os que creem terão a vida eterna pois é esta a
minha missão: dar a vida plena para a todos e
livrá-los da condenação.”
4 - Ó Jerusalém, cidade santa, és perfeita em
tudo, na unidade. Para lá acorre toda gente; que
o Senhor de seu louvor se agrade. E este canto
se repita sempre a Deus que nos dá a salvação,
que nos deu seu Filho, Jesus Cristo, nossa vida e
ressurreição.


12. Canto final
Tua bênção, Senhor, nos ilumine, tua face,
Senhor, sobre nós brilhe. Teu poder encerra paz
e retidão, bênçãos e frutos por todo este chão!
1 - Deus se compadece e de nós se compraz, em
nós resplandece seu rosto de paz.
2 - Pra que o povo encontre, Senhor, teu caminho
e os povos descubram teu terno carinho.