sábado, 27 de fevereiro de 2016

20-03-2016 - Domingo de Ramos e da Paixão do Senhor










Ano C - XXVI - No 1563 - cor vermelha - 20/03/2016
DOMINGO DE RAMOS E DA PAIXÃO DO SENHOR
BENDITO O REI, QUE VEM EM NOME DO SENHOR! (Lc 19,38)


1ª. Parte:
Fora da Igreja

01. Deus nos Acolhe

1 - Pai de amor, aqui estamos, celebrando a
unidade, somos teus filhos amados nesta mesa
da igualdade. Somos uma só família, somos um
só coração, eis que a graça da partilha entre
nós faz-se oração!
No raiar de um novo tempo vida nova então
se faz. A esperança do teu povo é justiça,
amor e paz!
2 - Ó Jesus, Senhor da vida vem trazer
libertação! Desta gente tão sofrida vem
mostrar-Te Deus-Irmão. Tua cruz é rumo certo,
junto a Ti vamos seguir pois teu Reino está bem
perto: as sementes vão florir!
3 - Santo Espírito de Amor faz em nós tua
morada e na luta contra a dor guia nossa
caminhada! És a fonte da Verdade, vem mostrar
a direção: vida plena, dignidade, povo livre,
mundo irmão!


2. Canto Inicial
Tu és o Rei dos reis: o Deus do céu deu-te
Reino, força e glória e entregou em tuas mãos
a nossa história: tu és Rei e o amor é a tua lei.
1 - Sou o primeiro e o derradeiro, fui ungido
pelo amor. Vós sois meu povo, eu vosso Rei e
Senhor Redentor!
2 - Vos levarei às grandes fontes, dor e fome
não tereis. Vós sois meu povo, eu vosso Rei.
Junto a mim vivereis!


03. Benção dos Ramos
Hosana hey! Hosana ha! Hosana hey! Hosana
hey! Hosana ha! (bis)
1 - Ele é o Santo, é o Filho de Maria, é o Deus
de Israel, é o Filho de Davi! Santo é seu nome,
é o Senhor Deus do universo. Glória a Deus de
Israel, nosso Rei e Salvador!
2 - Vamos a Ele com as flores dos trigais, com
os ramos de oliveiras, com alegria e muita paz.
Santo é seu nome...
3 - Ele é o Cristo, é o Unificador, é hosana nas
alturas, é hosana no amor. Santo é seu nome...
4 - Ele é alegria, a razão de meu viver, é a vida
de meus dias, é amparo no sofrer. Santo é seu
nome...


(Há a proclamação do Evangelho Próprio)
Caminhada até a igreja:

04. -
Vem andar conosco nesta procissão o
caminho é longo, cheio de opressão. Com os
verdes ramos enfeitar essa estrada imensa
que vais palmilhar. O caminho triste vai findar
na cruz e sem ramos verdes, vais morrer,
Jesus.
2 - Essa via-crucis vai se repetir nas paixões e
mortes que haverão de vir. Os trabalhadores
sofrem a paixão, sem salário e teto, sem justiça
e pão. Morre a natureza, que coisa infeliz,
sepultada, inerte no cimento gris.
3 - Nossas minorias são discriminadas como se
não fossem por Deus-Pai amadas. Mas do teu
madeiro haverei de ver uma flor mais nova a
reflorescer. E dos ramos verdes que ali brotarão
o teu novo mundo da libertação.
4 - Vem andar conosco nesta procissão o
caminho é longo, cheio de opressão. Mas
do teu madeiro haverei de ver uma flor mais
nova a reflorescer. E dos ramos verdes que ali
brotarão o teu novo mundo da libertação.



05.
Glória, louvor e honra a ti, Cristo Rei, Redentor!
1 - De Israel Rei esperado, de Davi ilustre filho,
o Senhor é que te envia, ouve, pois, nosso
estribilho!
2 - Todos juntos te celebram, quer na terra ou
nas alturas, cantam todos teus louvores anjos,
homens, criaturas!
3 - Veio a ti o povo hebraico com seus ramos e
suas palmas, também hoje, te trazemos nossos
hinos, nossas almas!
4 - Festejaram tua entrada, que ao calvário
conduzia, mas agora que tu reinas bem maior
é nossa alegria!


06.
1 - Me chamaste para caminhar a vida contigo.
Decidi para sempre seguir-te, não voltar atrás!
Me puseste uma brasa no peito e uma flecha na
alma... É difícil agora viver sem lembrar-me de Ti!
Te amarei, Senhor! (bis) Eu só encontro a paz
e a alegria bem perto de Ti! (bis)
2 - Eu pensei muitas vezes calar e não dar nem
resposta. Eu pensei na fuga esconder-me, ir
longe de Ti. Mas tua força venceu e ao final
eu fiquei seduzido: é difícil agora viver sem
saudade de Ti!
3 - Ó Jesus não me deixes jamais caminhar
solitário, pois conheces a minha fraqueza e o
meu coração... Vem ensina-me a viver a vida na
tua presença, no amor dos irmãos, na alegria,
na paz, na união!





07
Jesus Cristo é o Senhor, o Senhor, o Senhor!
Jesus Cristo é o Senhor, glória a ti, Senhor!
1 - Da minha vida Ele é o Senhor (3x) Glória a
Ti, Senhor.
2 - Do meu passado Ele é o Senhor (3x) Glória
a Ti Senhor.
3 - Do meu futuro Ele é o Senhor (3x) Glória a
Ti Senhor.


2ª Parte.
Dentro da igreja.

07. Aclamação a Palavra
Silêncio, ó silêncio! Deus nos fala ao coração.


08. Salmo Responsorial (21)
Meu Deus, meu Deus, por que me
abandonastes? (bis)
- Riem de mim todos aqueles que me vêem,
torcem os lábios e sacodem a cabeça. “Ao
Senhor se confiou, Ele o liberte e agora o salve,
se é verdade que Ele o ama!”
- Cães numerosos me rodeiam furiosos, e
por um bando de malvados fui cercado.
Transpassaram minhas mãos e os meus pés e
eu posso contar todos os meus ossos.
- Eles repartem entre si as minhas vestes e
sorteiam entre si a minha túnica. Vós, porém,
ó meu Senhor, não fiqueis longe, ó minha força,
vinde logo em meu socorro!
- Anunciarei o vosso nome a meus irmãos e
no meio da assembleia hei de louvar-vos! Vós
que temeis ao Senhor Deus, dai-lhe louvores,
glorificai-o, descendentes de Jacó, e respeitai-o,
toda a raça de Israel!


09. Canto de Aclamação
Jesus Cristo, sois bendito, o Ungido de Deus
Pai. (bis)
1 - Jesus Cristo se tornou obediente, obediente
até a morte numa cruz. Pelo que o Senhor Deus
o exaltou, e deu-lhe um nome muito acima de
outro nome.


10. Profissão de Fé – REZADO.

Creio em um só Deus, Pai todo-poderoso,
Criador do céu e da terra, e de todas as
coisas visíveis e invisíveis. Creio em um só
Senhor, Jesus Cristo, Filho unigênito de Deus,
nascido do Pai antes de todos os séculos;
Deus de Deus, luz da luz, Deus verdadeiro
de Deus verdadeiro; gerado, não criado,
consubstancial ao Pai; por Ele todas as coisas
foram feitas. E por nós, homens, e para nossa
salvação, desceu dos céus: (todos se inclinam)
e se encarnou pelo Espírito Santo, no seio
da Virgem Maria, e se fez homem. Também
por nós foi crucificado sob Pôncio Pilatos;
padeceu e foi sepultado. Ressuscitou ao
terceiro dia, conforme as Escrituras, e subiu
aos céus, onde está sentado à direita do Pai.
E de novo há de vir, em sua glória, para julgar
os vivos e os mortos; e o seu Reino não terá
fim. Creio no Espírito Santo, Senhor que dá
a vida, e procede do Pai e do Filho; e com o
Pai e o Filho é adorado e glorificado: Ele que
falou pelos profetas. Creio na Igreja, una,
santa, católica e apostólica. Professo um só
batismo para remissão dos pecados. E espero
a ressurreição dos mortos e a vida do mundo
que há de vir. Amém.

11. Preces da Comunidade
Ouvi Deus de amor nosso clamor! (bis)


12. Canto das Oferendas
(Onde houver Celebração da Palavra)
1 - Bendito és Tu, ó Deus Criador, revestes o
mundo da mais fina flor; restauras o fraco que
a Ti se confia e junto aos irmãos, em paz, o
envias.
Ó Deus do universo, és Pai e Senhor, por tua
bondade recebe o louvor!
2 - Bendito és Tu, ó Deus Criador, por quem
aprendeu o gesto de amor: colher a fartura e ter
a beleza de ser a partilha dos frutos na mesa!
3 - Bendito és Tu, ó Deus Criador, fecundas a
terra com vida e amor! A quem aguardava um
canto de festa, a mesa promete eterna seresta!


13. Canto das Oferendas
(Onde houver Celebração Eucarística)

Muito obrigado, Senhor, pelos bens da
criação! Vimos com amor ofertar, os dons
partilhar, doar ao irmão. (bis)
1 - Senhor aqui ofertamos vidas sofridas que
temos, fadiga, tempo e trabalho, graças de Ti
recebemos. (bis)
2 - Senhor aqui ofertamos vinho unido ao pão,
semente de esperança, fruto de paz neste
chão. (bis)
3 - Senhor aqui ofertamos nosso clamor de
justiça. Queremos ser solidários, livres de toda
cobiça. (bis)


14. Santo.
O Senhor é Santo, o Senhor é Santo, o Senhor é Santo O Senhor é nosso Deus, o Senhor é nosso Pai Que Seu reino de Amor se estenda sobre a terra

O Senhor é Santo,o Senhor é Santo, o Senhor é Santo
Bendito o que vem em nome do Senhor
Bendito o que vem em nome do Senhor
Hosana, Hosana, Hosana.



15. Cordeiro de Deus
(a escolha).


16. Louvação

1 - Bendizemos, ó Pai, vosso nome, entre buscas,
carências e fome: conversão e esperança
mantidas bem transformam o chão desta vida!
2 - Sois alento ao povo sedento rumo à fonte
da graça e portento! Vida nova em Cristo - água
viva: a justiça por ele cumprida!
3 - A oração, o jejum e a esmola são sinais de
que a vida aflora: partilhamos a vida presente
contemplando a Astro nascente!
4 - Confiantes na vossa bondade, nossa prece a
vós dirigimos; de Jesus - sentimentos, palavras,
entre nós, ó Senhor, assumimos.


17. Canto de Comunhão (se houver)
1 - Nestes tempos de morte e aridez, muita
treva e insensatez, quero ver o direito brotar,
como fonte perene a jorrar.
Ó Senhor, quero ver o direito brotar como
fonte perene a jorrar.
2 - Nestes tempos de desolação, impiedade
e corrupção, a justiça eu também quero ver,
como água de riacho a correr.
Ó Senhor, a justiça eu também quero ver como
água de riacho a correr.
3 - Nestes tempos de tanta aflição, sofrimento
e má condição, quero ver a cidade mudar e a
vida enfim melhorar.
Ó Senhor, quero ver a cidade mudar e a vida
enfim melhorar.
4 - Nestes tempos de pouca razão, a mentira
sustenta a ilusão, a verdade precisa reinar para
a “casa comum” libertar.
Ó Senhor, a verdade precisa reinar, para a casa
comum libertar.


18.Canto de Comunhão
Eu vim para que todos tenham vida, que todos
tenham vida plenamente. (bis)
1 - Reconstrói a tua vida em comunhão com teu
Senhor. Reconstrói a tua vida em comunhão
com teu irmão. Onde está o teu irmão, eu estou
presente nele.
2 - Quem comer o pão da vida viverá
eternamente. Tenho pena deste povo que
não tem o que comer. Onde está um irmão com
fome, eu estou com fome nele.
3 - Eu passei fazendo o bem, eu curei todos os
males. Hoje és minha presença junto a todo
sofredor. Onde sofre o teu irmão, eu estou
sofrendo nele.


19. Canto final
1 - Eu te carrego sobre as minhas asas, te fiz a
terra com mãos de ternura. Vem, povo meu,
cuidar da nossa casa! Eu sonho o verde, o ar,
a água pura.
Quero ver, como fonte, o direito a brotar, a
gestar tempo novo: e a justiça, qual rio, em
seu leito, dar mais Vida pra vida do povo.
2 - Te dei um mundo de beleza e cores, tu me
devolves esgoto e fumaça. Criei sementes de
remédio e flores; semeias lixo pelas tuas praças.