domingo, 17 de abril de 2016

01-05-2016 6º Domingo da Páscoa



Ano C - 6o Domingo da Páscoa - cor branca ou dourada - 01/05/2016
AQUELE QUE AMA REALMENTE JESUS,
GUARDARÁ A SUA PALAVRA, E O PAI O AMARÁ


01. Acolhida
O Senhor ressurgiu aleluia, aleluia! É o Cordeiro
Pascal, aleluia, aleluia! Imolado por nós, aleluia,
aleluia! É o Cristo Senhor, Ele vive e venceu
aleluia!
1 - O Cristo reuniu a seus irmãos, ao Pai os
conduziu por sua mão; no Espírito Santo unida
esteja, a família de Deus que é a Igreja!











































02. Canto Inicial
O ressuscitado vive entre nós. Amém, aleluia.
1 - Não temais, irmãos, eu estive morto, mas
agora vivo, vivo para sempre!
2 - Não temais, irmãos, eu sou o primeiro, último
também, eu sou o vivente.
3 - Não temais, irmãos, tenho em mãos as chaves
que da morte foram, hoje são vitória.
4 - Não temais, irmãos, paz convosco seja, vós
sereis felizes, crendo sem ter visto.


03. Deus nos perdoa
(Jornada Mundial da Juventude do Rio de Janeiro)
1 - Senhor, que vieste salvar os corações
arrependidos.
Kyrie Eleison, Kyrie Eleison, Kyrie Eleison, Kyrie
Eleison.
2 - Ó Cristo, que vieste chamar os pecadores tão
humilhados.
Christe Eleison, Christe Eleison, Christe Eleison,
Christe Eleison.
3 - Senhor, que intercedeis por nós, junto ao Pai
que nos perdoa.
Kyrie Eleison, Kyrie Eleison, Kyrie Eleison, Kyrie
Eleison.


04. Hino do Glória

Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos
homens por Ele amados. (bis) Senhor Deus,
Rei dos Céus, Deus Pai todo poderoso: nós vos
louvamos, vos bendizemos, vos adoramos,
vos glorificamos, nós vos damos graças por
vossa imensa glória. Senhor Jesus Cristo, Filho
Unigênito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho
de Deus Pai. Vós que tirais o pecado do mundo,
tende piedade de nós. Vós que tirais o pecado do
mundo acolhei a nossa súplica. Vós que estais à
direita do Pai, tende piedade de nós. Só Vós sois o
Santo, só Vós, o Senhor, só Vós, o Altíssimo, Jesus
Cristo, com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai,
na glória de Deus Pai. Amém. (5x)


05-Apresentação do Livro da Palavra

Guarda a Palavra, guarda-a no coração: que ela
entre em tua alma, e penetre os sentimentos!
Busca, noite e dia, a luz, o amor de Deus: se
guardares a Palavra, ela te guardará!


06. Salmo Responsorial (66)

Que as nações vos glorifiquem, ó Senhor, que
todas as nações vos glorifiquem! (bis)
- Que Deus nos dê a sua graça e sua bênção, e sua
face resplandeça sobre nós! Que na terra se conheça
o seu caminho e a sua salvação por entre os povos.
- Exulte de alegria a terra inteira, pois julgais o
universo com justiça; os povos governais com
retidão, e guiais, em toda a terra, as nações.
- Que as nações vos glorifiquem, ó Senhor, que
todas as nações vos glorifiquem! Que o Senhor e
nosso Deus nos abençoe, e o respeitem os confins
de toda a terra!


07. Canto de Aclamação

Aleluia, Aleluia, Aleluia! (bis)
1 - Quem me ama realmente guardará minha
Palavra, e meu Pai o amará, e a ele nós viremos.


08. Preces da Comunidade

Ó Senhor escutai a nossa prece.


09. Apresentação dos Dons

1 - Bendito seja Deus Pai, do universo criador, pelo
pão que nós recebemos, foi de graça e com amor.
O homem que trabalha faz a terra produzir.
O trabalho multiplica os dons que nós vamos
repartir.


10. Canto das Oferendas
(Celebração da Palavra)
1 - Bendito sejas, ó Rei da glória! Ressuscitado
Senhor da Igreja! Aqui trazemos as nossas ofertas.
Vê com bons olhos nossas humildes ofertas,
tudo que temos, seja pra Ti, ó Senhor!
2 - Maior motivo de oferenda, pois, o Senhor
ressuscitou, para que todos tivessem vida.


11-Canto das Oferendas
(Celebração Eucarística)

As nossas ofertas de vinho e de pão celebram a
glória da ressurreição.
1 - O pão e o vinho são hoje memória do novo
Cordeiro na sua vitória, sinais da aliança da terra e
dos céus. No Corpo e no Sangue do Filho de Deus.
2 - Ao Pai ofertamos também nossa vida, o chão
que pisamos, a relva florida, os frutos da terra, por
nós cultivados se tornem o Corpo do Ressuscitado.


12- Santo – A escolha

13- Cordeiro – A escolha.

14. Louvação

1 - Te louvamos, Deus Pai de bondade, por
nos dar, sem reserva, este mundo e o amor,
derramado e fecundo! Aleluia! (bis)
2 - E nos deste o novo Cordeiro que, morrendo,
destruiu a morte, ressurgindo, mudou nossa
sorte! Aleluia! (bis)
3 - Foi por Ele que os filhos da luz renasceram
para a nova vida e a Páscoa, enfim, foi cumprida!
Aleluia! (bis)
4 - Imolado, o Cristo não morre; mas se cumpre,
por fim, a promessa: novo tempo, agora, começa!
Aleluia! (bis)
5 - Caminhando rumo ao novo Reino, em sinal
de reconciliação, proclamamos, do Pai, a oração!
Aleluia! (bis)


15. Canto de Comunhão (se houver)
1 - Vem meu povo ao banquete da vida, vem
provar o sabor deste pão partilhado no abraço
fraterno, na ternura de Deus comunhão. Vem que
a mesa já está preparada, vem trajando a veste
mais linda. Há irmãos esperando nas ruas, dize
a todos que aguardo tua vinda.
Nesta ceia, Senhor, partilhamos tua vida no
vinho e no pão. No fraterno convívio seremos
testemunhas da ressurreição.
2 - Vem meu povo ao banquete da vida entoar
solidária canção. Que aos pequenos e pobres
da terra seja força de libertação. Vem em nome
de todos os povos espoliados da própria nação.
Nas antigas e novas culturas vê pegadas de Deus
neste chão.
3 - Vem meu povo ao banquete da vida! Vem, de
graça te dou minha paz. Aos que choram perdidos
no escuro o arco-íris no céu mostrarás. Vem
sentar-se à mesa entre amigos como povo a quem
dou liberdade sem temer a opressão denuncia o
poder que não quer igualdade.


16. Momento Mariano

1 - Salve, rainha Mãe de Deus! És senhora, nossa
mãe, nossa doçura, nossa luz, doce Virgem Maria!
2 - Nós a ti clamamos filhos exilados, nós a ti
voltamos nosso olhar confiante.
3 - Volta para nós, ó Mãe, teu semblante de amor!
Dá-nos teu Jesus, ó Mãe, quando a noite passar.
4 - Salve, rainha Mãe de Deus! És auxílio do
cristão, ó Mãe clemente, Mãe piedosa, doce
Virgem Maria!



17. Canto Final
Eis que faço novas todas as coisas, que faço
novas todas as coisas, que faço novas todas as
coisas. (bis)
1 - É vida que brota da vida, é fruto que cresce
do amor. É vida que vence a morte, é vida que
vem do Senhor. (bis)