terça-feira, 29 de dezembro de 2015

03-01-2016 - Solenidade da Epifania do Senhor






03/01/2016 - Solenidade da Epifania do Senhor

01.Acolhida
1 - 25 de dezembro, quando o galo deu sinal, ai, que nasceu menino Deus numa noite de Natal. (bis)
2 - A estrela do Oriente fugiu sempre dos judeus, ai, pra avisar os três reis santos que o menino Deus nasceu. (bis)
3 - Os três reis quando souberam viajaram sem parar, ai, cada um trouxe um presente pro menino Deus saudar. (bis)



2. Canto inicial
1 - A terra se alegra e exulta e canta ao Senhor novo hino, pois foi revelada na gruta a glória dos céus num Menino!
Vinde, adoremos o Cristo, Cristo, luz do mundo!
2 - Aqueles que o céu admiravam de longe virão adorá-lo; e o Rei, a quem tanto buscavam, no Cristo irão contemplá-lo!
3 - Em busca de um mundo irmão, o Reino, então, nos atrai! Unidos, num só coração, ousamos chamar-te de Pai!







3. Deus nos perdoa (rezado)

- Senhor, rei da paz, tende piedade de nós.
Senhor, tende piedade de nós!
- Cristo, luz nas trevas, tende piedade de nós.
Cristo, tende piedade de nós!
- Senhor, imagem do homem novo, tende piedade de nós.
Senhor, tende piedade de nós!

4. Hino do Glória

Glória a Deus, Glória a Deus, Glória a Deus, Glória a Deus lá nas alturas. (bis)
1 - Glória a Deus lá nas alturas paz na terra aos seus amados. Senhor Deus, rei dos céus, Deus Pai todo-poderoso. Nós vos louvamos vos bendizemos, Adoramos, Vos glorificamos.
2 - Nós aqui vos damos graças pela vossa imensa glória. Senhor nosso Jesus Cristo És o Filho unigênito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Tu és Filho de Deus Pai.
3 - Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós! Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica. Vós que estais à direita do Pai, tende piedade, piedade de nós.
4 - Só vós sois o Santo, só vós o Senhor, Só vós o altíssimo, Jesus Cristo, com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Amém!







5- Apresentação do Livro da Palavra
É uma luz tua Palavra, é uma luz para mim, Senhor! Brilhe esta luz, tua Palavra, brilhe esta luz em mim, Senhor! (bis)


6. Salmo Responsorial (71)

As nações de toda a terra hão de adorar-vos, ó Senhor! (bis)
- Dai ao Rei vossos poderes, Senhor Deus, vossa justiça ao descendente da realeza! Com justiça ele governe o vosso povo, com equidade ele julgue os vossos pobres.
- Nos seus dias a justiça florirá e grande paz, até que a lua perca o brilho! De mar a mar estenderá o seu domínio, e desde o rio até os confins de toda a terra!
- Os reis de Társis e das ilhas hão de vir e oferecer-lhe seus presentes e seus dons; e também os reis de Seba e de Sabá hão de trazer-lhe oferendas e tributos. Os reis de toda a terra hão de adorá-lo, e todas as nações hão de servi-lo.
- Libertará o indigente que suplica, e o pobre ao qual ninguém quer ajudar. Terá pena do indigente e do infeliz, e a vida dos humildes salvará.



9. Canto de Aclamação
Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia. (bis)
Vimos sua estrela no Oriente e viemos adorar o Senhor.

(Melodia a escolha)

10. Profissão de Fé (Rezado)

Creio em um só Deus, Pai todo-poderoso, Criador do céu e da terra, e de todas as coisas visíveis e invisíveis. Creio em um só Senhor, Jesus Cristo, Filho unigênito de Deus, nascido do Pai antes de todos os séculos; Deus de Deus, luz da luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro; gerado, não criado, consubstancial ao Pai; por Ele todas as coisas foram feitas. E por nós, homens, e para nossa salvação, desceu dos céus: (todos se inclinam) e se encarnou pelo Espírito Santo, no seio da Virgem Maria, e se fez homem. Também por nós foi crucificado sob Pôncio Pilatos; padeceu e foi sepultado. Ressuscitou ao terceiro dia, conforme as Escrituras, e subiu aos céus, onde está sentado à direita do Pai. E de novo há de vir, em sua glória, para julgar os vivos e os mortos; e o seu Reino não terá fim. Creio no Espírito Santo, Senhor que dá a vida, e procede do Pai e do Filho; e com o Pai e o Filho é adorado e glorificado: Ele que falou pelos profetas. Creio na Igreja, una, santa, católica e apostólica. Professo um só batismo para remissão dos pecados. E espero a ressurreição dos mortos e a vida do mundo que há de vir. Amém.

11. Preces da comunidade
Ó Senhor, Senhor neste dia, escutai nossa prece.


12. Apresentação dos Dons
(Este momento é próprio para Celebração da Palavra.)
1 - Os reis levaram a Jesus presentes de real valor, mas o presente que Ele quer é nossa fé e nosso amor.
É Natal de Jesus nosso Mestre! É Natal do Senhor nosso Deus! (bis)
2 - Por uma estrela o céu guiou os magos reis até Belém, mas nossa estrela é Jesus que vai guiar-nos para o bem.



13. Canto das Oferendas
(Celebração da Palavra)
Deus nos espera em Belém, sabe da fome que temos. Vamos à casa do pão, lá nosso irmão nós veremos.
1 - Toda a bondade de Deus desde o começo vigora. Felizes todos os povos: hoje conosco ele mora!
2 - Foram Maria e José os escolhidos da vida, que viram felicidade em se entregar sem medida.
3 - Anjos cantaram por lá cantos de plena alegria: e quem se fez vigilante viu que o menino sorria.



14. Canto das Oferendas
(Celebração Eucarística)
1 - As nossas mãos se abrem, mesmo na luta e na dor e trazem pão e vinho, para esperar o Senhor.
Deus ama os pobres e se fez pobre, também, desceu à terra e fez pousada em Belém.
2 - As nossas mãos se elevam, para, num gesto de amor, retribuir a vida, que vem das mãos do Senhor.
3 - As nossas mãos se encontram na mais fraterna união. Façamos deste mundo, a grande “Casa do Pão!”
4 - As nossas mãos sofridas nem sempre têm o que dar, mas vale a própria vida de quem prossegue a lutar.



15. Santo

Nosso Deus Senhor é Santo, Santo, Santo!
Do universo Criador, Santo, Santo!
Céus e terra alegres cantam Santo, Santo!
E nós cantamos Seu louvor, Santo é o Senhor

Lá no céu e aqui na terra: Hosana, Hosana!
Bendito seja o Senhor, Hosana, Hosana!
Nosso Rei e nosso Deus, Hosana, Hosana!
A Ele glória e louvor, Hosana ao Senhor!
Bendito é Aquele que vem! Hosana! Amém (2x)




16. Louvação

1 - Para nós é um prazer bendizer-te, ó Senhor, celebrar o teu amor, por Jesus teu bem querer. (bis)
2 - Ti louvamos ó Senhor, pela nossa humana história, que revela tua glória, teu poder libertador. (bis)
3 - Pois nasceu-nos um menino, e um filho nos foi dado, teu Messias esperado, feito irmão dos pequeninos. (bis)
4 - Finalmente a nossa boca inspirada por teu Filho e seguindo seu ensino, por teu santo nome invoca. (bis)
Amém, aleluia, amém, aleluia. (bis)


17. Abraço da Paz

Paz meus irmãos queremos paz. Paz pra viver na unidade. Paz que transforma nossa vida, que faz as nossas famílias serem unidas de verdade. Paz meus irmãos queremos paz. Paz para a nova sociedade. Paz que dissipa toda guerra, que transforma nossa terra para a nova humanidade.

(PODE SER SUBSTITUIDO POR OUTRO – Não há material de ensaio divulgado na Internet)

19- Saudação ao Cordeiro de Deus.
(Escolher uma música que TODA a Assembleia Cante e que esteja de acordo com a Liturgia oficial da Igreja! Nada de virtuosismo vocal, instrumental: é um canto litúrgico OBRIGATÓRIO e, COMO TODOS OS DEMAIS CANTOS DE ANIMAÇÃO LITÚRGICA, está a cargo da Assembleia Cantar E NÃO SOMENTE DO GRUPO animador, que é um mero condutor. Evitar cordeiros midiáticos (esses cantados em algumas transmissões de televisão, que por vezes introduzem elemento não litúrgicos), os quais fazem perder o sentido do mistério dAquele que, passando foi saudado por São João Batista: “Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do Mundo!”.

20. Canto de Comunhão (se houver)
A luz resplandeceu em plena escuridão, jamais irão as trevas vencer o seu clarão! (bis)
1 - De tudo existe um começo e no começo de tudo era o Verbo, sim, o Verbo, pelo qual existe tudo! Voltado pra Deus estava o Verbo que era Deus, e nada de quanto existe sem Ele apareceu! É n’Ele que estava a vida, a vida que é luz dos homens, a luz nas trevas resplende, e as trevas não compreendem.
2 - Um homem por Deus mandado, seu nome era João, veio a luz testemunhar para o mundo acreditar... João, ele não era a luz, veio a luz testemunhar; luz verdadeira era o Verbo, que veio ao mundo brilhar. A iluminar todo homem o Verbo estava no mundo, por quem o mundo existia, mas não reconhecia.
3 - Veio ao que lhe pertencia, mas os seus não o acolheram, porém, quem o recebia, os que no seu nome creram. Filhos de Deus se tornaram, o Verbo deu tal poder, e assim nasceram de Deus e não de humano querer! O Verbo, então, fez-se carne, veio entre nós acampar e sua glória nós vimos, glória que seu Pai lhe dá.
4 - Único Filho do Pai, de graça e verdade pleno, de sua imensa riqueza graças, sem fim, recebemos. Quem deu a lei foi Moisés, porém, a graça e a verdade, somente, por Jesus Cristo chegam à realidade! Ninguém jamais viu a Deus; o Filho Único, então, que está no seio do Pai, nos fez a revelação.


21. Canto Final
1 - São três reis que chegam lá do Oriente para ver um Rei que acaba de nascer. Dizem que um é branco, o outro, cor de jambo, o outro rei é negro e que vieram ver o novo Rei que nasceu igual estrela no céu.
2 - Dizem que uma estrela muito diferente lá no Oriente se podia ver. Falam de um cometa, ninguém sabe ao certo, mas pelo deserto eles vieram ter ao novo rei que nasceu igual estrela no céu.

3.E trazem ouro, incenso e mirra pra festejar o novo Rei que tem poder e majestade, que vem do céu, que é de Deus; que vai sofrer, que vai morrer e que nos libertará. (bis)